Workshop Uso da Luz pela Sociedade: Avanços Tecnológicos e Impacto na Saúde Humana

Data: 
quarta-feira, 26 Julho, 2017 - 08:00 até 19:00
O Instituto de Energia e Ambiente e o Departamento de Fisiologia do Instituto de Biociências, ambos da Universidade de São Paulo,realizaram o Workshop
 
USO DA LUZ PELA SOCIEDADE: AVANÇOS TECNOLÓGICOS E IMPACTO NA SAÚDE HUMANA
 
26 julho 2017
auditório do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289 - Cidade Universitária, São Paulo
08h30 às 19h00
 
Dando continuidade ao workshop realizado em dezembro de 2015 que foi denominado “Contribuição USP ao Ano Internacional da Luz 2015 (IYL - ONU)” e comemorando 30 anos da mudança da sede na Praça Coronel Fernando Prestes para a CUASO, foi realizado em julho o Workshop “Uso da Luz pela Sociedade: Avanços Tecnológicos e Impacto na Saúde Humana”. Em sua parte matutina o evento abordará questões referentes a tecnologia SSL (LEDi) aplicada a iluminação de interiores e exteriores, e a luz, aparentemente branca, que retornou ao CUASO. No período vespertino o foco é voltado a temas relacionados com a saúde humana.
O objetivo foi considerar tópicos relevantes e estabelecer ambiente para discussões sobre temas como fonte de luz em exteriores, interiores e sobre efeitos benéficos e deletérios da luz aos seres humanos. Nosso intuito é fomentar ambiente multidisciplinar, interativo e propenso ao intercâmbio de conhecimentos e colaboração científica.
Vivemos em uma sociedade na qual ocorre um bombardeamento de luzes advindas tanto da iluminação elétrica de ambientes externos e internos, como também da iluminação de telas de computadores, smartphones, tablets, etc. A percepção clássica desse cenário se relaciona geralmente com as facilidades que a luz artificial proporciona aos indivíduos e, muitas vezes, a sensação estética que a iluminação promove. Uma pergunta que vem ganhando grande destaque na comunidade científica e médica reside em qual seria o impacto causado pela superexposição crônica à luz na saúde humana?
Atualmente tem-se proposto que a exposição crônica dos indivíduos à luz durante a noite está associada ao desenvolvimento de uma série de patologias, incluindo câncer, doenças cardiovasculares, depressão, obesidade e diabetes. Contudo, nosso entendimento sobre a gênese dessas doenças ainda é pouco conhecido. Tendo em mente a grande relevância deste tema, o objetivo do evento ora introduzido é promover a integração de profissionais de diferentes áreas do conhecimento possibilitando um ambiente propício para a discussão dos impactos da superexposição à luz na saúde humana bem como estratégias para sua mitigação.
 
 
Programação
 
Manhã
 
. Ganhos com a nova fonte de luz: um processo disruptivo de transformação, Isac Roizenblatt, Abilux
 
. A gestão da iluminação pública no Município de Santo André - experiência acumulada, José Carlos Martinez Melero, Prefeitura Municipal de Santo André, SP
 
 
. Luz branca na iluminação pública da CUASO/USP, Elvo Calixto Burini Jr., IEE/USP
 
 
Tarde
 
. Eixo Imune-Pineal - vantagens e desvantagens da supressão da produção noturna de melatonina, Regina Pekelmann Markus, IB/USP
 
. Paciente xeroderma pigmentosum no Brasil e a luz solar - qual luz do sol?, Carlos Frederico Martins Menck, ICB/USP
 
. Função e relevância do sistema de fotorrecepcão da pele e sua desregulação em câncer de pele: um possível alvo farmacológico?, Ana Maria de Lauro Castrucci IB/USP
 
. Efeitos da urbanização no solo, Claudia Moreno, FSP/USP
 
. Daylight in the living environment: effects on health, Arne Lowden, Stress Research Institute, Universidade de Estocolmo, Suécia
 
. Parâmetros importantes da fotobiomodulação, Daniela de Fatima Teixeira da Silva, UNINOVE
 
. Uso de fontes de luz como terapia para complicações do tratamento oncológico: benefícios X efeitos colaterais em pacientes com câncer de cabeça e pescoço,  Maria Fernanda de Souza Setubal Destro, UNINOVE