Energia: Mestrado e Doutorado

Início >> Energia Mestrado e Doutorado

SELEÇÃO PARA O CURSO DE MESTRADO

O Processo Seletivo para ingresso no Curso de Mestrado acontece anualmente, e é regulamentado por meio de edital de seleção publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo e divulgado nesta página e conduzido por comissão de seleção designada pela CCP.
 
Compreende-se de duas etapas, sendo, prova escrita (eliminatória) e análise do projeto de pesquisa com arguição (classificatória).
 
As inscrições para o mestrado ocorrem no segundo semestre de cada ano com data e documentação necessária divulgada em Edital.
 
Além da documentação prevista em edital, o candidato deve entregar na inscrição, Projeto de Pesquisa elaborado de forma clara e resumida, ocupando, no máximo, 10 páginas digitadas em espaço 1,5, compreendendo:
 
a) resumo (no máximo 1000 caracteres com espaço);
b) introdução e justificativa, com síntese da bibliografia fundamental;
c) objetivos;
d) plano de trabalho e cronograma de sua execução;
e) metodologia;
f) forma de análise dos resultados.
 
Primeira Etapa
Os candidatos deverão submeter-se à avaliação escrita eliminatória. Serão considerados aprovados para a segunda etapa do processo os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 7 (sete).
 
Na prova escrita, serão objeto de análise pela Comissão de Seleção os seguintes aspectos:
(a) Capacidade de compreensão, análise, expressão e síntese,
(b) Familiaridade com as temáticas energéticas.
 
Segunda Etapa
Os candidatos serão avaliados com base na documentação solicitada e cada candidato deverá fazer uma apresentação de seu projeto de pesquisa, com duração máxima de 20 minutos, a uma Comissão de Seleção, constituída por três orientadores plenos credenciados no Programa e indicados pela CCP. 
 
Serão observados pela Comissão de Seleção os seguintes aspectos do projeto:
 
a) A fundamentação teórica do trabalho e a revisão bibliográfica sobre o tema abordado no projeto;
b) As perguntas científicas do trabalho, que devem decorrer, organicamente, da revisão bibliográfica feita na fundamentação teórica;
c) Hipóteses claramente formuladas;
d) Os métodos e as técnicas em que vão apoiar-se as coletas de informações que permitirão o teste das hipóteses;
e) Integração do projeto às linhas de pesquisa do Programa.
 
Na arguição será observado o domínio sobre o tema proposto e a capacidade do candidato de defender a sua proposta de trabalho.
 
Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem ao menos 2 (duas) notas 7 (sete) ou superior da Comissão de Seleção. Entre os candidatos aprovados, para a classificação final, será considerada a nota média dos 3 (três) avaliadores.
 

SELEÇÃO PARA O CURSO DE DOUTORADO
 
O Processo Seletivo para ingresso no Curso de Doutorado acontece anualmente e, é regulamentado por meio de edital de seleção publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo e divulgado nesta página, sendo conduzido por Comissão de Seleção constituída pelos 5 (cinco) membros docentes da CCP.
 
Compreende-se de análise classificatória do projeto de pesquisa com arguição.
 
As inscrições para o doutorado ocorrem no segundo semestre de cada ano com data e documentação necessárias divulgados em Edital.
 
Além da documentação prevista em edital, o candidato deve entregar na inscrição Projeto de Pesquisa, elaborado de forma clara e resumida, ocupando, no máximo, 10 páginas digitadas em espaço 1,5, compreendendo:
 
a) resumo (no máximo 1000 caracteres com espaço);
b) introdução e justificativa, com síntese da bibliografia fundamental;
c) objetivos;
d) plano de trabalho e cronograma de sua execução;
e) metodologia;
f) forma de análise dos resultados.
 
Os candidatos serão avaliados com base na documentação solicitada e deverão realizar uma apresentação de seu projeto de pesquisa, com duração máxima de 20 minutos.
 
Serão observados pela Comissão de Seleção os seguintes aspectos do projeto:
 
a) A fundamentação teórica do trabalho e a revisão bibliográfica sobre o tema abordado no projeto;
b) As perguntas científicas do trabalho, que devem decorrer, organicamente, da revisão bibliográfica feita na fundamentação teórica;
c) Hipóteses claramente formuladas;
d) Os métodos e as técnicas em que vão apoiar-se as coletas de informações que permitirão o teste das hipóteses;
e) Integração do projeto às linhas de pesquisa do Programa.
 
Na arguição será observado o domínio sobre o tema proposto e a capacidade do candidato de defender a sua proposta de trabalho. Também será apreciado o potencial do candidato para a pós-graduação no curso de Doutorado, tendo por base os seguintes elementos:
 
a) conhecimentos gerais e capacidade de interpretação da questão energética, relevantes para a proposta de pesquisa apresentada e em grau compatível com a etapa de formação acadêmica do candidato;
b) grau de compreensão, originalidade e fluência com respeito ao tema e objetivos de sua proposta de pesquisa.
 
Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem ao menos 3 (três) notas 7 (sete) ou superior da Comissão de Seleção. Entre os candidatos aprovados, para a classificação final, será considerada a nota média dos 5 (cinco) avaliadores.
 

SELEÇÃO PARA O DOUTORADO DIRETO
 
Não há ingresso no Doutorado Direto.