Histórico de Eventos

Início >> Extensão >> Eventos >> Historico

Seminário Mecanismos de Qualidade no Setor Fotovoltaico

Data: 
sexta-feira, 10 Agosto, 2018 - 09:00 até 17:00
O Serviço Técnico de Sistemas Fotovoltaicos do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo, em conjunto com ABENS (Associação Brasileira de Energia Solar); ABINEE (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica); ABGD (Associação Brasileira de Geração Distribuída); ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica); SENAI (Serviço NAcional de Aprendizagem Industrial) e GIZ (Agência de Cooperação Alemã) realizaram o Seminário
 
MECANISMOS DE QUALIDADE NO SETOR FOTOVOLTAICO
 
10 agosto de 2018
9h00 às 17h00
Auditório do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289 - Cidade Universitária, São Paulo
 
 
O Seminário discutiu questões estruturais que contribuem para promover a qualidade nas instalações fotovoltaicas. Ele será baseado no conceito Quality Infrastructure da Agência Internacional de Energias Renováveis (IRENA) que envolve três mecanismos, que são:
 
a) Normas e Regulamentação;
b) Certificação de Produtos;
c) Certificação de Pessoas
 
Os palestrantes convidados são renomados atores chave do Setor Fotovoltaico incluindo a participação internacional do diretor da certificadora americana NABCEP, Shawn O'Brien.
 
O público alvo do evento foi composto por stakeholders e agentes do setor fotovoltaico como concessionárias, seguradoras, instituições financeiras, instituições de ensino, integradoras e fabricantes.
 
 
PROGRAMAÇÃO
 
09h00 - Abertura dos Trabalhos
             Representantes das instituições organizadora do evento (IEE/USP, ABINEE, ABSOLAR, ABGD, ABENS,
             SENAI/SSCP e GIZ
 
Mecanismos de Qualidade no Setor Fotovoltaico
 
09h30 - Apresentação do conceito IRENA - Infraestrutura/Mecanismos de Qualidade no Setor Fotovoltaico 
             Roberto Zilles, IEE/USP
 
Normas e Regulamentação
 
10h00 - ABNT CB-03/IEC 60364-7: Instalações elétricas de baixa tensão: Arranjos Fotovoltaicos
             Marcelo Pinho, IEE/USP
 
             Ciceli Martins Luiz, CEMIG
 
             Elio Vicentini, ABRADEE
 
11h30 - Roda de perguntas e discussão em plenário
 
Certificação de Produtos
 
             Bruno Sacute, Finder
 
             Ivan Arca Uliana, Prysmian
 
             Gabriel Magdalon, Jinko Solar
 
15h00 - Roda de perguntas e discussão em plenário
 
Certificação de Pessoas
 
              Shaw O'Brien, NABCEP, Certificadora nos EUA
 
              Fernando Gusmão, SENAI/SSCP e Enio de Oliveira, SENAI/SSCP
 
16h30 - Roda de perguntas e discussão em plenário
 
17h00 - Encerramento
 
 
VIDEOS DO EVENTO
 
Manhã  /   Tarde
 
 

Palestra: Exames de Língua Inglesa: TOEFL iBT e IELTS

Data: 
terça-feira, 7 Agosto, 2018 - 14:00 até 16:00

PALESTRA: Exames de Língua Inglesa: TOEFL iBT e IELTS

Palestrante: Priscila Mayumi Hayama, FFLCH/USP
Data: 07 de Agosto, terça-feira
Horário: 14:00 às 16:00
Local: Auditório do IEE

O objetivo da palestra é apresentar as principais características de dois exames internacionais de língua inglesa: TOEFL iBT e IELTS.
■ Seções dos testes; 
■ Tipos de questões; 
■ Critérios de avaliação; 
■ Escalas de pontuação; 
■ Fontes online de material de estudo; 
■ Procedimentos de inscrição. 

PÚBLICO ALVO: 
■ Prioritariamente, público do IEE (alunos, funcionários e docentes): inscrições a partir de 24/07/18 
■ Público USP de outras unidades (alunos, funcionários e docentes): inscrições a partir de 31/07/18 
 

 

Workshop Tecnologias Avançadas para Combustíveis Sustentáveis

Data: 
quarta-feira, 1 Agosto, 2018 - 08:30 até 12:30

O Grupo de Pesquisa em Bioenergia - GBio do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo realizaram o Workshop

TECNOLOGIAS AVANÇADAS PARA COMBUSTÍVEIS SUSTENTÁVEIS

01 de agosto de 2018
8h30 às 12h30
Auditório do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289 - Cidade Universitária, São Paulo
 

O evento teve como objetivo reunir especialistas nacionais e internacionais da mais elevada qualificação na área de Bioenergia para apresentarem as tecnologias avançadas para conversão de biomassa e discutirem os temas mais recentes relacionados a sustentabilidade da Bioenergia.

Os professores palestrantes estiveram na USP para participar na "São Paulo School of Advance Science on Renewable Energies - SPSASRE" (www.usp.br/spsasre) que foi realizada entre 23 de julho e 08 de agosto de 2018, na Escola Politécnica da USP, sob a coordenação do Prof. José Roberto Simões Moreira. No Workshop os professores apresentarão os principais temas de Bioenergia ministrados no SPSASRE.

O Workshop pretende que haja compartilhamento de experiências entre os pesquisadores e alunos dos programas de pós-graduação do IEE - PROCAM e PPGE, bem como demais interessados da USP e de outras universidades e instituições de pesquisa.

PROGRAMAÇÃO

Sessão de Abertura
Colombo Celso Gaeta Tassinari, IEE/USP; Julio Meneghini, RCGI, Alexandre Breda, Shell; Suani Teixeira Coelho, GBio/IEE/USP

Importância da Bioenergia
Suani Teixeira Coelho, GBio/IEE/USP

Biocombustíveis no Brasil
Luiz Cortez, UNICAMP

Tecnologias Avançadas para Conversão de Biomassa
Charles Kinoshita, Universidade do Havaí

Algumas Aplicações de Bioenergia e Energias Renováveis
José Luz Silveira, UNESP

Bioenergia e as Questões de Sustentabilidade
Eric Larson, Universidade de Princeton

Sessão de Encerramento
José Goldemberg, FAPESP

Sessão de Lançamento de Livro - "Biogas: Tecnologias de Produção e Purificação para o Brasil"
S. Coelho (ed.). Authors: Vanessa P. Garcilasso, Marilin Mariano, A. Djalma N. Ferraz (versão eletrônica)
Patrocinadores: FAPESP e Shell (RCGI)

Este evento conta com o apoio do RCGI e da Escola Politécnica da USP
 

Lançamento e Roda de Conversa sobre o livro "Melhor Prevenir: olhares e saberes para redução de risco de desastre"

Data: 
sexta-feira, 15 Junho, 2018 - 08:30 até 12:00

Sobre o livro
Interconexões. Idéias e ações baseadas em valores. Práticas colaborativas. Corresponsabilização. Estas são algumas idéias-chave que fundamentam esta publicação, cujo objetivo é estimular o engajamento em ações focadas na prevenção de desastres e divulgar conhecimentos que fortaleçam novas formas coletivas de pensar e enfrentar problemas socioambientais.

Colóquio Ética, Tecnologia e Economias Digitais

Data: 
quinta-feira, 14 Junho, 2018 - 15:00 até 18:00

COLÓQUIO ÉTICA, TECNOLOGIA E ECONOMIAS DIGITAIS

22 março; 05 e 19 abril; 03, 17 e 30 maio; 07 e 14 junho 2018
15h00 às 18h00
sala da ANP - prédio S do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289, Cidade Universitária, São Paulo
não haverá certificação de participação

As grandes transformações do início do século XXI - com a ubiquidade das redes sociais e aplicações conectadas à internet, ascensão das "empresas-plataforma" intensivas em dados pessoais, novas formas de automação do trabalho e desenvolvimento da inteligência artificial -, têm provacado um intenso debate sobre os limites do "progresso técnico" e das tecnologias construídas pelo próprio homem. Há, sem dúvidas, um retorno da ética nas discussões sobre as economias digitais.

O Grupo de Estudos "Ética, tecnologia e economias digitais", criado dentro da Divisão Científica de Gestão, Ciência e Tecnologia Ambiental do IEE/USP, sob coordenação do Prof. Ricardo Abramovay, Professor Sênior da mesma Divisão, tem como propósito estruturar discussões acadêmicas sobre ética e tecnologia a partir da leitura aprofundada de textos clássicos da filosofia social.

Para o primeiro semestre de 2018, o Grupo fará a leitura de “O Princípio Responsabilidade: ensaio de uma ética para a civilização tecnológica" de Hans Jonas (1903-1993), publicado originalmente em 1979 na Alemanha e publicado em português em 2006. Muito do debate sobre filosofia da tecnologia relaciona-se com progresso técnico e com a crise ambiental. Hans Jonas utiliza como pano de fundo os problemas de devastação ambiental e o dever de cuidado do homem com a biosfera.

Cine-Debate: O jabuti e a anta: grandes impactos socioambientais

Data: 
terça-feira, 12 Junho, 2018 - 14:00 até 17:00

CINE-DEBATE:   O JABUTI E A ANTA: GRANDES IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS

12 junho 2018
14h00 às 17h00
auditório do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289, Cidade Universitária, São Paulo

Programação

Exposição do documentário  "O jabuti e a anta" 

Mesa-redonda
Abertura - membros da APG
Introdução - docentes do PROCAM/IEE/USP e Célio Bermann, PPGE/IEE/USP
Debate entre convidados externos - Simone Athayde, Universidade da Flórida e Rodrigo Marinho, liderança quilombola e articulador da Equipe de Articulação e Assessoria às Comunidades Negras do Vale do Ribeira (EAACONE/MOAB)

SINOPSE

O documentário retrata a seca em São Paulo que em 2014 levou à queda brusca do nível de água nos reservatórios e gerou o racionamento de água que continua em muitos bairros e através disso no leva ao cenário da construção da usina hidrelétrica de Belo Monte e barragens construídas no meio da floresta Amazônica entre os rios Xingu, Tapajós e Ene, mostrando a realidade de populações locais e indígenas que são afetados pelas transposições dos rios e o alagamento de grandes áreas para garantir a construção dessas obras, além de refletir sobre a forma como o modo que vivemos gera consequências muitas vezes irreversíveis para o meio ambiente.

O objetivo da exibição do filme e realização do debate é permitir maior intercâmbio acadêmico entre os pesquisadores do IEE, bem como ampliar o alcance e divulgação desse debate para o público externo ao IEE e à USP. Como o evento conta com a colaboração do Diretório Acadêmico de Gestão Ambiental da USP, entidade representativa de estudantes do curso de graduação, é esperado também ampliar a divulgação do IEE para outras unidades da USP.

TRAILER (clique aqui)

Palestra Impactos cumulativos de mudanças climáticas e construção de hidrelétricas em terras indígenas da Amazônia: contribuições teóricas e metodológicas

Data: 
segunda-feira, 11 Junho, 2018 - 14:00 até 16:00

IMPACTOS CUMULATIVOS DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E CONSTRUÇÃO DE HIDRELÉTRICAS EM TERRAS INDÍGENAS DA AMAZÔNIA: CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS E METODOLÓGICAS

com Profa. Dra. SIMONE ATHAYDE, Universidade da Flórida

11 de junho de 2018
14h00 às 16h00
auditório do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289 - Cidade Universitária, São Paulo

Os efeitos das mudanças climáticas, como aumento da temperatura, secas prolongadas, chuvas violentas, inundações e o aumento de desastres ambientais, representam ameaças à resiliência de povos indígenas, outras populações tradicionais e comunidades rurais na Amazônia e no mundo. Esta palestra apresenta uma contribuição teórico-metodológica para a temática dos impactos cumulativos e sinérgicos de fenômenos associados com as mudanças climáticas e os impactos da construção de barragens hidrelétricas em terras indígenas da Amazônia brasileira. Algumas questões guiadoras desta palestra são:

a) Historicamente, como tem sido avaliados os impactos cumulativos sinérgicos de obras de infraestrutura e outros fatores de mudança incidindo sobre terras indígenas na Amazônia, em processos de licenciamento ambiental e tomada de decisão?

b) De que forma tem se dado a participação indígena nos procesos de tomada de decisão?

c) Quais são algumas das abordagens teóricas e metodológicas que podem nos auxiliar a entender este problema?

Apresenta-se uma reflexão a partir das propostas teóricas do pós-desenvolvimento e pós-extrativismo, da ética e da justiça socioambiental, e da pesquisa transdiciplinar e participativa. Conclui-se que este é um campo praticamente inexplordo e negligenciado em processos de avaliação de impacto e tomada de decisão, inclusive em relação as informações apresentadas aos indígenas a partir dos EIAs e outros documentos oficiais. Este desconhecimento e descompasso evidencia-se tanto em relação à ciência convencional (multi e interdisciplinar), como por pesquisas transdisciplinares considerando as perspectivas e percepções indígenas, e nas políticas públicas que regulam a tomada de decisão as ações de implantação, mitigação e compensação previstas pela legislação nacional e internacional.

SIMONE ATHAYDE (simonea@ufl.edu - http://uftcd.org/people/core-faculty-staff/simone-athayde-phd/) possui graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Paraná, mestrado em Botânica pela Universidade Federal do Paraná, mestrado em Etnobotânica pela Universidade de Kent na Inglaterra, e doutorado em Ecologia Interdisciplinar com concentração em Antropologia pela Universidade da Flórida. Possui especialização em Educação Ambiental, Ecologia Humana e Conservação e Desenvolvimento Tropical. Atualmente atua como Professora e Pesquisadora no Programa de Conservação e Desenvolvimento Tropical do Centro de Estudos Latinoamericanos da Universidade da Flórida. É líder, pela UF, da Rede Internacional de Pesquisa sobre Barragens Amazônicas (ADN/RBA).

Palestra Unitização na Produção de Petróleo e Gás Natural

Data: 
quinta-feira, 7 Junho, 2018 - 10:30 até 12:30

UNITIZAÇÃO NA PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL

Palestrante: Airton Hiroshi Okada, Consultor

07 de junho de 2018
10h30 às 12h30
Auditório do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1289 - Cidade Universitária, São Paulo

As jazidas de petróleo e/ou gás natural podem se extender além dos limites de blocos comerciais ou até mesmo de fronteiras entre nações. Dessa maneira, para evitar a produção predatória de uma jazida, isto é, quando um operador drena recursos de forma acelerada, prejudicando a produção de outro operador na mesma jazida, os acordos de unitização visam a criação de um projeto único de desenvolvimento da produção de uma jazida entre as concessionárias envolvidas. Neste contexto, a palestra abordará: Histórico e Conceitos de Unitização; Unitização de um Campo de Petróleo na Nigéria; Etapas da Unitização; Acordo de Unitização; Definições no Acordo de Unitização; Procedimentos de Geofísica e de Geologia; Procedimentos de Petrofísica; Procedimentos de Engenharia de Reservatórios; Mapeamento Computacional; Cálculo Volumétrico; Determinação dos Percentuais das Áreas (Tract Participation).

Airton Hiroshi Okada
É geólogo pela USP e mestre pela University of  Texas at Austin. Com mais de 44 anos de experiência na indústria do petróleo e gás, trabalhou no Brasil e no exterior pela Petrobras, sendo responsável por projetos do Departamento de Geologia e Geofísica da Petrobras America Inc. No golfo do México. Participou em projetos onshore de injeção de água, injeção vapor, combustão in situ e injeção de polímeros na Bacia de Sergipe-Alagoas (Brasil) e na Faixa do Orinoco (Venezuela). Também foi responsável por diversos projetos em águas ultraprofundas na Bacia de Campos: Marlim, Voador, Barracuda, Albacora, Frade, Roncador, entre outros. Durante os 36 anos de Petrobras, trabalhou como gerente técnico em desenvolvimento e unitização em diversas joint ventures envolvendo empresas como Chevron, Statoil, NNPC, Famfa. Recentemente ocupou a gerência do departamento de reservas e reservatórios da HRT Oil & Gas e atualmente é consultor sênior independente.

V Conferência Regional sobre Mudanças Globais - Homenagem aos 90 Anos de José Goldemberg

Data: 
quarta-feira, 6 Junho, 2018 - 13:45 até 18:00

V CONFERÊNCIA REGIONAL SOBRE MUDANÇAS GLOBAIS: Energias Renováveis, Florestas e Futuro das Negociações Internacionais -

HOMENAGEM AOS 90 ANOS DE JOSÉ GOLDEMBERG

05 e 06 junho 2018

Universidade de São Paulo

Desde a última conferência - IV Conferência Regional sobre Mudanças Climáticas (04 a 07 de abril de 2011) – o cenário internacional reafirmou a relação entre  geração de energia e clima. Os extremos climáticos  mais severos em várias regiões do Brasil, principalmente na Região Amazônica, refletem  a sensibilidade dos ecossistemas naturais, do agronegócio e da produção de energia renovável às variáveis climáticas, potencialmente acentuadas pela elevação do consumo de combustíveis fósseis. A saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris aumenta as incertezas em relação aos enfrentamentos dos problemas causados pelo Aquecimento Global no futuro próximo.

O trabalho do Professor José Goldemberg e o seu interesse pela interface entre ciência e políticas públicas o coloca como personagem chave no debate sobre mudanças do clima, planejamento energético, sustentabilidade das florestas e negociações internacionais. Portanto, a VCRMG é também uma homenagem especial aos 90 anos do Professor Goldemberg que serão comemorados em 2018.

 A VCRMG deverá focar três temas principais:

. Papel das fontes renováveis de energia no desenvolvimento;

. Florestas tropicais e sustentabilidade;

. Futuro do combate à mudança do clima

Realização - Núcleo de Apoio à Pesquisa - Mudanças Climáticas - INCLINE - USP
 
Apoio: FAPESP
 

Inscrições e outras informações em https://www.crmg2018.com/

 

Seminário Diálogos interdisciplinares sobre a Governança Ambiental da Macrometrópole Paulista - 28 e 29 de maio 2018

Data: 
segunda-feira, 28 Maio, 2018 - 08:30 até terça-feira, 29 Maio, 2018 - 12:30

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP, no âmbito do Programa FAPESP de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais e o Instituto de Energia e Ambiente  - IEE da Universidade de São Paulo realizaram o Seminário

DIÁLOGOS INTERDISCIPLINARES SOBRE A GOVERNANÇA AMBIENTAL DA MACROMETRÓPOLE PAULISTA

28 e 29 de maio de 2018
08h30 às 12h30
Auditório da FAPESP

O seminário contou a presença de cientistas de diversas áreas e universidades (USP, UNICAMP, FGV, UTFPR, UFABC), assim como representantes governamentais de instituições  como a EMPLASA, SMA/CETESB, SVMA/PMSP) numa perspectiva interdisciplinar. Os palestrantes abordaram os desafios e ações que vêm sendo traçadas em relação a adaptação às mudanças climáticas, assim como sua complexidade e interligação - como, por exemplo, vulnerabilidade hídrica e planejamento urbano.

O seminário marca o primeiro ano do Projeto Temático FAPESP Governança Ambiental da Macrometrópole Paulista face à variabilidade climática, no âmbito do Programa FAPESP de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais, sediado no Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (IEE).

A parte da manhã foi aberta ao público, contou com 18 palestrantes e uma platéia de 109 participantes. No período da tarde os pesquisadores envolvidos com o projeto se reuniram para discutir tanto as questões apresentadas pelos palestrantes, quanto questões gestão interna e as próximas etapas do projeto.

Os palestrantes, assim como suas apresentações em powerpoint podem ser encontrados no site da FAPESP - http://www.fapesp.br/11685

Durante o evento foram realizadas pequenas entrevistas abordando os desafios de integração entre cientistas, tomadores de decisões e cidadãos da macrometrópole. A primeira delas está disponível em nosso novo canal do youtube, em breve no ar.

 

 

 

Páginas