Histórico de Eventos

Início >> Extensão >> Eventos >> Historico

Treinamento - Colóquio de Inverno 2017: Luminotécnica

Data: 
quinta-feira, 17 Agosto, 2017 - 13:00 até sexta-feira, 18 Agosto, 2017 - 16:00
TREINAMENTO - COLÓQUIO DE INVERNO 2017: LUMINOTÉCNICA
 
14 a 18 de agosto de 2017
13h00 às 16h00
sala de reuniões do Conselho Deliberativo do IEE/USP
Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289 - prédio F
vagas limitadas - 20 vagas - 
 
Descrição
O treinamento tem por objetivo estabelecer um canal de comunicação entre o ferramental que a academia dispõem e as necessidades do setor produtivo na área de luminárias. Ele será realizado a partir de palestras e discussões com foco centrado em temas como: 
. documentação fotometria para luminárias LED;
. programas para cálculo de iluminação;
. desempenho em serviço do produto luminárias;
. luminária LED para a iluminação pública (de vias), critérios de qualidade e manutenção.
Carga horária prevista de 15 h (quinze horas). 
Treinamento gratuito.
 
Público Alvo
Engenheiros, arquitetos, técnicos, funcionários municipais, empresas de manutenção e consultoria cujas atividades estão relacionadas com a luminotécnica.
 
Inscrição
25/07 a 02/08/17 - período de inscrição para participar da seleção para o treinamento. 
                               Os interessados devem encaminhar breve currículo (uma página) e carta externando seu
                               interesse no treinamento para o email comunicacao@iee.usp.br
04/08/17              - notificação de confirmação ou não da efetivação de inscrição no treinamento
                               (será enviado email ao inscrito)
 
Esta atividade é desenvolvida no âmbito do Projeto Binacional Capes-SPU 048/2013. Conta com a coordenação do Dr. Elvo Calixto Burini Junio, IEE/USP, tendo como palestrantes argentinos convidados: Prof. Mario Roberto Raitelli, UNT; Eng. Alberto José Cabello, UNT; Prof. Eduardo Roberto Manzano, UNT.
 
Outras informações com o Dr. Elvo Calixto Burini Jr. pelo email elvo@iee.usp.br
 

Seminário Política Nacional de Resíduos Sólidos - INSCRIÇOES ENCERRADAS

Data: 
quarta-feira, 16 Agosto, 2017 - 09:00 até 17:30
A Divisão Científica de Gestão, Ciência e Tecnologia Ambiental do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo e o Observatório da Política Nacional de Resíduos Sólidos - OPNRS  convidam para o Seminário:
 
POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS: AVANÇOS E DESAFIOS DE IMPLEMENTAÇÃO E MONITORAMENTO DE RESÍDUOS URBANOS
 
16 agosto 2017
9h00 às 17h30
auditório do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289, Cidade Universitária, São Paulo
INSCRIÇOES ENCERRADAS
 
O Seminário no período da manhã terá dois lançamentos e uma mesa de diálogos.
 
Serão lançados:
 
i) O livro digital “Política Nacional de Resíduos Sólidos: implementação e monitoramento de resíduos urbanos” que apresenta ao leitor um panorama nacional sobre os avanços, barreiras e possibilidades que se desenham para uma implementação mais efetiva da Política Nacional de Resíduos Sólidos. A publicação é uma iniciativa conjunta do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo - IEE/USP e do Observatório da Política Nacional de Resíduos Sólidos - OPNRS, no âmbito do Acordo de Cooperação Técnica e Acadêmica firmado, em 31 de janeiro de 2017, por meio da Divisão Científica de Gestão, Ciência e Tecnologia Ambiental - DCGCTA e do Instituto BVRio, representando o OPNRS.
 
ii) A Plataforma Digital de Indicadores de Sustentabilidade da Coleta Seletiva - PICS. Esta plataforma será disponibilizada online pelo DCGCTA/IEE/USP para todas as prefeituras municiais e associações/cooperativas de catadores do país, e oferece instrumentos de diagnóstico, planejamento, avaliação e monitoramento da coleta seletiva, a partir de um conjunto de indicadores e índices de sustentabilidade. Esses instrumentos possibilitam o aprimoramento e fortalecimento da gestão mediante utilização de indicadores e de índices de sustentabilidade que podem apoiar a promoção de melhorias socioeconômicas, ambientais e de saúde pública.
 
A mesa de diálogos apresentará um balanço de sete anos de implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos na visão dos vários atores envolvidos com a gestão de resíduos sólidos.
 
No período da tarde, o II Intercâmbio de práticas e ferramentas de gestão de coleta seletiva e de organizações de catadores terá a participação de técnicos e gestores de cooperativas de catadores. A primeira mesa abordará a implementação do plano de gestão de resíduos sólidos na cidade de São Paulo, com ênfase na coleta seletiva e na gestão das megacentrais de triagem da cidade.A segunda mesa tratará de gestão de organizações de catadores na visão de técnicos, apresentará a experiência de coleta seletiva da Itaipu Binacional no Paraná e os indicadores da Plataforma PICS.
 
O evento é gratuito, exige inscrição prévia e está destinado a gestores públicos, gestores de organizações de catadores, organizações não governamentais , pesquisadores e público em geral.
 
PROGRAMAÇÃO
 
09h00 - Abertura do Evento - Lançamento da Publicação e da Plataforma
             Colombo Celso Gaeta Tassinari, Diretor do IEE/USP
             Pedro Roberto Jacobi, Chefe da Divisão DGCTA/IEE/USP
             Ana Paula Fracalanza, Coordenadora do Evento
             Gina Rizpah Besen, Pós-doutoranda IEE/USP, Coordenadora da publicação e da plataforma
             Luciana Freitas, OPNRS
 
10h00 - Mesa de Diálogos: Olhares sobre os avanços e desafios da implementação e monitoramento
             da PNRS
             Mediação de Ana Paula Fracalanza, IEE/USP 
             . Visão da Sociedade, Jacques Demajorovic, Centro Universitário FEI
             . Visão da ABRELPE, Gabriela Otero, ABRELPE
             . Visão dos Catadores, Roberto Laureano, Movimento Nacional dos Catadores
             . Visão do Ministério Público, José Eduardo Lutti, Procuradoria de Justiça do Estado São Paulo
             . Visão da Confederação Nacional dos Municípios, Cláudia Lins, CNM
 
11h20 - Diálogos
 
12h30 - Intervalo de Almoço
 
14h00 - Intercâmbio de práticas e ferramentas de gestão de coleta seletiva de organizações de catadores:
              avanços e desafios - Mesa 1
              Mediação de Pedro Roberto Jacobi, IEE/USP  
             . Implementação do Plano de Gestão de Resíduos Sólidos na cidade de São Paulo, Nina Orlow,
               Aliança Resíduo Zero, Rede Nossa São Paulo e Obijetivos do Desenvolvimento Sustentável
             . Gestão de produção e coleta seletiva na cidade de São Paulo - as megacentrais, Wilson Santos, Cooper
               Vira Lata - Central Mecanizada da Ponte Pequena
             . Gestão de organizações de catadores - visão dos Catadores, Carlos Henrique Nicolau, Catador/Educador
 
15h00 - Diálogos
 
15h40 - Intercâmbio de práticas e ferramentas de gestão de coleta seletiva e de organizações de catadores:
              avanços e desafios - Mesa 2
             Mediação de Gina Rizpah Besen, IEE/USP 
            . Gestão de organizações de catadores na visão de técnicos, Mateus Mendonça, Geral Viveiros de Projetos
            . Apresentação da  experiência do Projeto Coleta Solidária da Itaipu Binacional, Marlene Osowki Curtis, Itaipu
              Binacional
            . Indicadores de sustentabilidade de organizações de catadores, Gina Rizpah Besen, IEE/USP
 
16h40 - Diálogos
 
17h30 - Encerramento
 
Este evento conta com o Apoio Institucional da GIRAL - Viveiro de Projetos
 

Workshop Uso da Luz pela Sociedade: Avanços Tecnológicos e Impacto na Saúde Humana

Data: 
quarta-feira, 26 Julho, 2017 - 08:00 até 19:00
O Instituto de Energia e Ambiente e o Departamento de Fisiologia do Instituto de Biociências, ambos da Universidade de São Paulo,realizaram o Workshop
 
USO DA LUZ PELA SOCIEDADE: AVANÇOS TECNOLÓGICOS E IMPACTO NA SAÚDE HUMANA
 
26 julho 2017
auditório do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289 - Cidade Universitária, São Paulo
08h30 às 19h00
 
Dando continuidade ao workshop realizado em dezembro de 2015 que foi denominado “Contribuição USP ao Ano Internacional da Luz 2015 (IYL - ONU)” e comemorando 30 anos da mudança da sede na Praça Coronel Fernando Prestes para a CUASO, estamos agora em julho realizando o Workshop “Uso da Luz pela Sociedade: Avanços Tecnológicos e Impacto na Saúde Humana”. Em sua parte matutina o evento abordará questões referentes a tecnologia SSL (LEDi) aplicada a iluminação de interiores e exteriores, e a luz, aparentemente branca, que retornou ao CUASO. No período vespertino o foco é voltado a temas relacionados com a saúde humana.
O objetivo é considerar tópicos relevantes e estabelecer ambiente para discussões sobre temas como fonte de luz em exteriores, interiores e sobre efeitos benéficos e deletérios da luz aos seres humanos. Nosso intuito é fomentar ambiente multidisciplinar, interativo e propenso ao intercâmbio de conhecimentos e colaboração científica.
Vivemos em uma sociedade na qual ocorre um bombardeamento de luzes advindas tanto da iluminação elétrica de ambientes externos e internos, como também da iluminação de telas de computadores, smartphones, tablets, etc. A percepção clássica desse cenário se relaciona geralmente com as facilidades que a luz artificial proporciona aos indivíduos e, muitas vezes, a sensação estética que a iluminação promove. Uma pergunta que vem ganhando grande destaque na comunidade científica e médica reside em qual seria o impacto causado pela superexposição crônica à luz na saúde humana?
Atualmente tem-se proposto que a exposição crônica dos indivíduos à luz durante a noite está associada ao desenvolvimento de uma série de patologias, incluindo câncer, doenças cardiovasculares, depressão, obesidade e diabetes. Contudo, nosso entendimento sobre a gênese dessas doenças ainda é pouco conhecido. Tendo em mente a grande relevância deste tema, o objetivo do evento ora introduzido é promover a integração de profissionais de diferentes áreas do conhecimento possibilitando um ambiente propício para a discussão dos impactos da superexposição à luz na saúde humana bem como estratégias para sua mitigação.
 
 
Programação
 
Manhã
 
. Ganhos com a nova fonte de luz: um processo disruptivo de transformação, Isac Roizenblatt, Abilux
 
. A gestão da iluminação pública no Município de Santo André - experiência acumulada, José Carlos Martinez Melero, Prefeitura Municipal de Santo André, SP
 
 
. Luz branca na iluminação pública da CUASO/USP, Elvo Calixto Burini Jr., IEE/USP
 
 
Tarde
 
. Eixo Imune-Pineal - vantagens e desvantagens da supressão da produção noturna de melatonina, Regina Pekelmann Markus, IB/USP
 
. Paciente xeroderma pigmentosum no Brasil e a luz solar - qual luz do sol?, Carlos Frederico Martins Menck, ICB/USP
 
. Função e relevância do sistema de fotorrecepcão da pele e sua desregulação em câncer de pele: um possível alvo farmacológico?, Ana Maria de Lauro Castrucci IB/USP
 
. Efeitos da urbanização no solo, Claudia Moreno, FSP/USP
 
. Daylight in the living environment: effects on health, Arne Lowden, Stress Research Institute, Universidade de Estocolmo, Suécia
 
. Parâmetros importantes da fotobiomodulação, Daniela de Fatima Teixeira da Silva, UNINOVE
 
. Uso de fontes de luz como terapia para complicações do tratamento oncológico: benefícios X efeitos colaterais em pacientes com câncer de cabeça e pescoço,  Maria Fernanda de Souza Setubal Destro, UNINOVE
 
 
 

Palestra Sustentabilidade Socioeconômica e Ambiental no Setor de Energia

Data: 
quarta-feira, 5 Julho, 2017 - 14:00 até 17:00
O Grupo de Pesquisa em Bioenergia - GBIO/IEE/USP em conjunto com o Research Centre for Gas Innovation - RCGI/USP convidam para a Palestra
 
SUSTENTABILIDADE SOCIOECONÔMICA E AMBIENTAL NO SETOR DE ENERGIA
 
Palestrante: Dra. Rocio Dias Chavez, Imperial College, Reino Unido
 
 
05 julho 2017
14h00 às 17h00
auditório do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1289, Cidade Universitária, São Paulo
a palestra será proferida em inglês sem tradução
inscrições exclusivamente em https://goo.gl/0rDuXg
 
As diversas áreas de conhecimento relacionadas ao setor de energia são interligadas de forma significativa, em particular neste século, considerando os desafios das mudanças climáticas e da necessidade da redução das emissões de carbono no mundo. Neste contexto, a palestra discutirá aspectos de Sustentabilidade no setor de energia.
 
A Profa. Rocio Dias Chavez atua na área de avaliação de sustentabilidade (economia, ambiental, social e político/institucional) com foco em energias renováveis, em particular projetos de bioenergia na América Latina, África, Ásia e Europa, incluindo impactos das mudanças climáticas. Possui vasta experiência profissional e acadêmica em ferramentas de avaliação de sustentabilidade e gestão ambiental (EIA, SEA, SIA). A partir de seu conhecimento, a pesquisadora abordará na palestra questões referentes ao desenvolvimento sustentável e avaliação de sustentabilidade da bioenergia, indicadores de gestão ambiental, estudos de caso de plantas de biogás e exemplos de projetos na União Européia, além de desafios atuais da biomassa/bioenergia.
 
Este evento é coordenado pela Profa. Dra. Suani Teixeira Coelho, Coordenadora do GBIO/IEE/USP e tem como público alvo estudantes e pesquisadores das áreas de Energia, Bioenergia, Engenharia e Economia, além de outras áreas afins.

 

 

 

Workshop Minirredes de Geração e Sistemas de Armazenamento de Energia Elétrica

Data: 
terça-feira, 27 Junho, 2017 - 09:30 até 17:00
O Instituto de Energia e Ambiente em conjunto com o Grupo de Estudos de Alternativas Energéticas da Universidade Federal do Pará (GEDAE/UFPA) e o Instituto de Energias Renováveis e Eficiência Energética da Amazônia (INCT-EREA) realizaram o Workshop:
 
 
MINIRREDES DE GERAÇÃO E SISTEMAS DE ARMAZENAMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA
 
27 junho de 2017
auditório do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289, Cidade Universitária, São Paulo
09h30 às 17h00
 
PROGRAMAÇÃO
 
09h30 - Abertura
             Roberto Zilles, LSF/IEE/USP e João Tavares Pinho, GEDAE/UFPA
 
09h45 - Experiência do Grupo de Sistemas Fotovoltaicos do Instituto de Energia Solar da Universidade
             Politécnica de Madrid (UPM) com armazenamento para gestão de demanda em sistemas fotovoltaicos
             Eduardo Lorenzo, UPM
 
10h40 - Infraestrutura do LEP/UNESP - Ilha Solteira, SP: Pesquisas e Ensaios
             Carlos Alberto Canesin, LEP/UNESP
 
11h35 - Infraestruturas laboratoriais do GEDAE/UFPA e do LSF/USP para o estudo de minirredes inteligentes
             em geração híbrida de energia
             João Tavares Pinho, GEDAE/UFPA
 
12h30 - intervalo de almoço
 
14h00 - Testes de inversores híbridos com armazenamento de energia
              Ildo Bet, PHB Eletrônica Ltda.
 
14h55 - Um investimento = Múltiplas funções: desenvolvimento e avaliação técnica, regulatória e econômica de
             sistemas de armazenamento de energia aplicados a sistemas de geração centralizada e distribuída
             Ricardo Rüther, Fotovoltaica/UFSC
 
15h50 - Fornecimento de serviços ancilares com sistemas de armazenamento de energia em sistemas elétricos
             com elevada penetração de geração intermitente
             Roberto Zilles, LSF/IEE/USP
 
16h45 - Encerramento
             Roberto Zilles, LSF/IEE/USP e João Tavares Pinho, GEDAE/UFPA
 
 
SINOPSE
 
Atualmente as minirredes de energia são consideradas pontos chaves para melhorar a confiabilidade e a qualidade da energia, aumentar a eficiência do sistema elétrico como um todo, e possibilitar aos consumidores finais certa independência da rede principal, já que as minirredes podem operar nos modos conectado ou isolado.

Para a utilização prática e eficiente dessas minirredes é necessário o emprego das tecnologias de telecomunicações, de computação e informação, de sensoriamento remoto, automação, controle e operação remotos, e de medição eletrônica, que possibilitem o aumento da quantidade e da qualidade das informações relativas ao desempenho da rede, norteando a tomada de decisões nos diferentes setores do sistema elétrico, inclusive dos consumidores finais. O uso dessas tecnologias introduz o conceito de SMART GRID, ou Rede Inteligente, o que no presente caso pode ser denominado de Minirredes Inteligentes.

No Brasil são poucos os locais com infraestrutura adequada e a expertise para pesquisas em minirredes inteligentes, principalmente em termos de operação das mesmas. A criação de locais apropriados para o desenvolvimento de estudos teóricos e práticos sobre minirredes inteligentes, tendo como base instituições envolvidas com o tema, visa ampliar a capacidade nacional no desenvolvimento e aplicação de novas tecnologias que atendam às necessidades das minirredes inteligentes e a capacitação de pessoal.

Os palestrantes convidados têm significativa experiência nesses temas e uma longa história de cooperação e desenvolvimento de trabalhos conjuntos nas áreas de fontes renováveis de energia, sistemas híbridos de geração de eletricidade, minirredes isoladas e sistemas conectados à rede, na forma de geração distribuída.

O objetivo do Workshop foi apresentar a infraestrutura laboratorial para pesquisa, desenvolvimento e capacitação de recursos humanos em minirredes inteligentes de distribuição de eletricidade, energizadas por sistemas híbridos de geração, utilizando as fontes solar fotovoltaica, eólica e armazenamento em bancos de bateria, das seguintes instituições: Instituto de Energia Solar da Universidade Politécnica de Madrid, Grupo de Eletrônica de Potência da UNESP de Ilha Solteira, Grupo de Estudos de Alternativas Energéticas da Universidade Federal do Pará, e Laboratório de Sistemas Fotovoltaicos do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo. Também serão apresentados os projetos de armazenamento de energia elétrica do Grupo Fotovoltaica da Universidade Federal de Santa Catarina e do Laboratório de Sistemas Fotovoltaicos  do IEE/USP.

  

 

 

 

Minicurso Introduction to Energy System Models - STREAM, a Simulation Tool

Data: 
segunda-feira, 19 Junho, 2017 - 09:00 até quarta-feira, 21 Junho, 2017 - 18:00

O Programa de Pós-graduação em Energia - PPGE/IEE/USP em conjunto com o Programa de Recursos Humanos PRH-04 e o Research Centre for Gas Innovation - RCGI/USP realizaram o minicurso

INTRODUCTION TO ENERGY SYSTEM MODELS - STREAM, A SIMULATION TOOL

Ministrantes: Amalia Rosa Pizarro Alonso e Rasmus Bo Bramstoft Pedersen, ambos da Technical University of Denmark (DTU)
 
 
19, 20 e 21 de junho de 2017
09h00 às 18h00
sala do RCGI, Depto. Engenharia Mecânica da POLI/USP, Av. Prof. Mello Moraes, 2231, Cidade Universitária, São Paulo
 
PROGRAMAÇAO
 
June, 19 - monday
 
Introduction to course - goals and expectations
Energy system models - introduction
What is STREAM? some examples of its use and linkage to other models
Introduction to the STREAM Light Sheet
Theme presentation - Energy Demand forecast and resource potentials
. Exercise 1 - use of the STREAM Light Sheet
Theme presentation - conversion technologies and modeling of the transport sector
Introduction to the Flow Model sheet of STREAM
. Exercise 2 - use of Flow Model
Q&A
 
June, 20 - tuesday
 
Introduction to day 2 - start modeling the region of São Paulo in STREAM
Theme presentation - introduction to Duration curves and time series
Introduction to the Duration Curve model in STREAM - including priority of dispatch and flexible demand
. Exercise 3 - use of the Duration Curve model
Group Work
. Make study groups - 2-4 persons in each group
. Find data for São Paulo and implementar them in STREAM - Either each group finds all data or assign some groups to a sector and then share data
Energy policies in São Paulo (RGCI/IEE/USP and State of São Paulo Energy and Mine Secretary)
Agree on base year data for São Paulo
Group work
. Create a future scenario for São Paulo
. Describe targets and related policies
. Present the outline for the others groups
Q&A
 
June, 21 - wednesday
 
Theme presentation - Modeling of uncertainty and sensitivity analyses
Group work:
. Implement scenario for São Paulo in STREAM
. Check the system in Duration Curve
. Prepare presentation of scenario in plenum
Presentation of scenarios and discussion of results
Group discussion of the use of STREAM for scenario building
Feed back on the course
 

SINOPSE

O Centro de Pesquisa para Inovação em Gás Natural (“Research Centre for Gas Innovation”, RCGI) da Universidade de São Paulo, realiza pesquisa em modelagem e simulação de cenários de longo prazo de emissões de gases de efeito estufa no setor de energia no Brasil, além das possíveis contribuições do gás natural para a implementação da Contribuição Nacionalmente Determinada (“Nationally Determined Contribution”, NDC) do Brasil, ao Acordo de Paris no âmbito da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (“United Nations Framework Convention on Climate Change”, UNFCCC).

No setor de energia o a governo federal determinou em legislação (Decreto 7390, 2010) que os Planos Decenais de Expansão de Energia, produzidos pela empresa de Pesquisa Energética do Ministério das Minas e Energia, são considerados para efeito de regulamentação como o plano setorial de mitigação no setor de energia. De acordo com estes planos e com a NDC brasileira a participação do setor de energia nas emissões de gases de efeito estufa do Brasil passarão de 9,1% em 2005 para 42,5% em 2030, deixando de ser marginal para ser a principal contribuição setorial no país. Nesse sentido é imperioso que a academia disponibilize alternativas de cenários de evolução dos sistemas de energia (matriz energética nacional) que permitam ao país a busca do crescimento econômico de maneira socialmente e ambientalmente sustentáveis. Para tanto é necessário o aumento da capacidade de modelagem dos possíveis alternativas de evolução dos sistemas de energia a serem apresentados aos formuladores de políticas e, em última análise, à sociedade brasileira, para uma tomada de decisão embasada nas melhores informações disponíveis.

Nesse sentido, o RCGI-IEE-USP e a Universidade Técnica de Dinamarca (DTU) oferecerão um curso rápido (3 dias) e prático (exercícios aplicados à realidade do setor de energia no Estado de São Paulo) de introdução à modelagem de sistemas de energia de 19 a 21 de junho de 2017.

Amalia Rosa Pizarro Alonso (DTU)
I am an Associate Researcher at the Technical University of Denmark in the division of Energy Systems Analysis from 2014. My field of research is modelling of energy systems, using Balmorel, with a focus on modelling of network flows, for optimal integration of value chains; such as gas, biomass and waste; including resource transportation, distribution and storage, within the boundaries of scenarios with large shares of variable renewable energy.
I graduated from the Technical University of Denmark in Sustainable Energy in 2014 and in Chemical Engineering from the Complutense University of Madrid in 2011. After my first studies, I worked as a chemical engineer in the R&D centre of CEPSA (Spanish Oil Company).
Nowadays, I am participating in several projects involving energy systems. I have contributed to the development of a new optimization model, OptiFlow, which optimizes, with a multi-criteria approach, the integration of network flows (biomass, gas, hydropower) within the boundaries of the energy system. It can be used in a stand-alone mode, or linked to Balmorel or other energy models, such as TIMES.

Rasmus Bo Bramstoft Pedersen (DTU)
I am an Associate Researcher at the Technical University of Denmark (DTU) in the division of System Analysis. My work structure is characterized by an analytical approach to problems with great attention to details while simultaneously keeping track of complex situations. It is important for me to deliver a product that is of a high quality, both with respect to the academic content and the visual layout. Additionally, I am a person with ambitions, which previously has been reflected in several years of handball at a professional level. Now, my academic career is in focus, where I also want to meet my high ambitions.

 

Worksop Atualidades Regulatórios do Mercado de Gás

Data: 
quarta-feira, 7 Junho, 2017 - 09:00 até 18:00

O Programa de Pós-graduação em Energia - PPGE/IEE/USP em conjunto com o Programa de Recursos Humanos PRH-04 e o Research Centre for Gas Innovation - RCGI/USP realizaram

Workshop ATUALIDADES REGULATÓRIAS DO MERCADO DE GÁS    
 
07 junho 2017
Anfiteatro do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289, Cidade Universitária São Paulo
 
Painel 1 - Aspectos sobre gás não convencional
Colombo Celso Gaeta Tassinari, IEE/USP; Laís Almada, ANP; Silvia Andrea Cupertino, Senado Federal
 
Painel 2 - Transporte, distribuição e comercialização de gás
Edmilson Moutinho dos Santos, PPGE/IEE/USP; Edmar de Almeida, IE/UFRJ; Marcelo Colomer, IE/UFRJ
 
Painel 3 - Aspectos regulatórios envolvendo o gás para crescer
Maria Assunção da Costa, Assunção Consultoria; Zevi Kann, Zenergas; Carina Couto, Arsesp
 
Painel 4 - Gás da partilha e caminhos para operacionalização de seu uso
Maria Assunção da Costa, Assunção Consultoria; Olavo Bentes David, PPSA; Dirceu Abrahão, Subsecretaria de Petróleo e Gás da SEE/SP
 
 
SINOPSE
A iniciativa “Gás para Crescer” lançada pelo MME em julho de 2016 abriu um debate sobre a adequação das atividades do setor de gás natural ao novo momento do mercado tendo como base a redução da participação da Petrobras em diversos segmentos da cadeia. Nessa linha, foram apresentadas, em Consulta Pública para os agentes, as seguintes frentes de trabalho :Comercialização de gás natural; Tarifação por entradas e saídas; Compartilhamento de infraestruturas essenciais (“essential facilities”); Estímulo à harmonização entre as regulações Estaduais e Federal; Incentivo ao desenvolvimento da demanda por gás natural; Harmonização entre o setor elétrico e o de gás natural; Gestão independente integrada do sistema de transporte e instalações de estocagem; Política de comercialização do gás natural da parcela da União nos contratos de Partilha; Desafios tributários e Apoio às negociações para contratação de gás boliviano e/ou outras alternativas.

Dentro dos objetivos do PPGE, RGCI e PRH04, o presente Workshop, Na linha da iniciativa “Gás para Crescer”, pretende debater sobre a adequação das atividades do setor de gás natural ao novo momento do mercado tendo como base a redução da participação da Petrobras em diversos segmentos da cadeia.

VIDEOS DO EVENTO

 

Seminário Diálogos sobre os Desafios Socioambientais Contemporâneos

Data: 
quinta-feira, 1 Junho, 2017 - 09:00 até sexta-feira, 2 Junho, 2017 - 18:00
A Divisão Científica de Gestão, Ciência e Tecnologia Ambiental do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo em conjunto co SESC -SP (Serviço Social do Comércio) realizaram o Seminário
 
DIÁLOGOS SOBRE OS DESAFIOS SOCIOAMBIENTAIS CONTEMPORÂNEOS
 
01 e 02 junho 2017
no SESC Vila Mariana - Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, São Paulo
 
 
O ex-coordenador da Rede de Formação Ambiental para a América Latina e o Caribe, do PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) Enrique Leff fará a abertura do seminário “Diálogos sobre os desafios socioambientais contemporâneos”, que acontecerá nos dias 01 e 02 de junho 2017, no SESC Vila Mariana. O evento propõe abordar o avanço da crise ambiental planetária a partir de uma dupla perspectiva: a compreensão do problemático contexto atual e a apresentação de caminhos teóricos e práticos que já estão em curso.
 
Idealizado pela Gerência de Educação para Sustentabilidade e Cidadania do SESC SP em parceria com a Divisão Científica de Gestão, Ciência e Tecnologia Ambiental do IEE/USP, o seminário integra o projeto Idéias e Ações para um Novo Tempo, que também prevê a realização da mostra “Territórios em Transformação” com apresentação de 36 iniciativas socioambientais presenteiem diversas cidades do Estado de São Paulo e uma programação na área de Educação para a Sustentabilidade a ser realizada em todas as unidades do SESC São Paulo.
 
O seminário também traz outros nomes de destaque como Ailton Krenak, Amália Safatle, Cristina Adams, Ladislau Dowbor, Marcos Sorrentino, Pedro Jacobi, Ricardo Abramovay, Renato Dagnino e Renato Janine Ribeiro.
 
 
 

Conferência: O Novo Planejamento Energético no Brasil, com Luiz Barroso

Data: 
sexta-feira, 12 Maio, 2017 - 11:00 até 13:00
O NOVO PLANEJAMENTO ENERGÉTICO NO BRASIL
 
Conferencista: Dr. Luiz Augusto Nóbrega Barroso, Presidente da EPE - Empresa de Pesquisa Energética
 
 
12 maio 2017
11h00
auditório do IEE/USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 1.289, Cidade Universitária, São Paulo
 
A EPE e o planejamento energético no Brasil vem passando por revisões e modificações desde a posse de seu novo presidente Dr. Luiz Barroso, que proferirá conferência sobre as novas visões e relações com as universidades.
 
Luiz Augusto Nóbrega Barroso
É graduado em Matemática e possui mestrado e doutorado em Pesquisa Operacional (otimização). É presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) desde Julho de 2016. Foi Diretor Executivo da PSR, onde trabalhou por 18 anos, e é Pesquisador Associado do Instituto de Investigación Tecnológica (IIT) da Universidad Pontificia Comillas (Madrid, Espanha) desde 2013. Desde o inicio de sua carreira profissional tem liderado estudos em cerca de 30 países nas Américas, Europa, África e Ásia para reguladores, operadores de sistema/mercado, investidores públicos e privados, consumidores, comercializadores, associações de agentes, bancos de investimento e instituições multilaterais como a IRENA, BID, Banco Mundial, ADB e CAF. Vem desenvolvendo atividades nas seguintes áreas principais: economia da energia e planejamento energético; valoração de ativos, estudos econômicos e gerencia de risco e otimização físico/financeira; leilões de energia; desenho de mercados de eletricidade e gás; e estudos de mercado, projeção de preços e tarifas e assessoria regulatória a geradores, consumidores, bancos de investimento e financiadores. Tem participado intensamente em desenho de mecanismos para o desenvolvimento de de mercados regionais e de integração de renováveis, incluindo estudos energéticos, econômicos e desenho de mecanismos. Luiz Barroso também desenvolve atividades acadêmicas de pesquisa e desenvolvimento na área de energia envolvendo economia da energia, otimização estocástica, teoria da decisão, teoria dos jogos, organização industrial, regulação e política energética. Suas principais áreas de pesquisa são : desenho de mercado; integração entre mercados atacadistas e varejistas; integração gás - eletricidade; metodologias para estratégias de ofertas em mercados de energia e leilões e metodologias e modelos computacionais para despacho hidrotérmico em mercados competitivos. 
 
 
 
 
 
 
 

Workshop sobre EIA e Licenciamento Ambiental na Indústria de Petróleo e Gás: Brasil e Canadá

Data: 
quarta-feira, 26 Abril, 2017 - 15:00 até 17:00

O Programa de Pós-graduação em Energia - PPGE/IEE/USP em conjunto com o Programa de Recursos Humanos PRH-04 e o Research Centre for Gas Innovation - RCGI/USP realizaram o  

WORKSHOP SOBRE EIA E LICENCIAMENTO AMBIENTAL NA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS: BRASIL E CANADÁ
 
26 abril 2017
15h00 às 17h00
sala do RCGI - prédio da Mecânica - Escola Politécnica da USP
Av. Prof. Mello Moraes, 2231, Cidade Universitária, São Paulo
 
O tema ambiental perpassa as questões econômicas no sentido de possibilitar a conciliação entre a proteção da natureza e as atividades humanas. A indústria de petróleo e gás, por ser considerada de risco, envolve os assuntos específicos relativos aos Estudos de Impacto Ambiental (EIA) e ao licenciamento. Dentro dessa perspectiva, o Projeto 21 traz três palestrantes e advogadas que atuam na área ambiental para discutir sobre os principais aspectos que envolvem o EIA e o licenciamento sob a ótica comparativa das legislações do Brasil e do Canadá.
 
Programação
 
15h00 - Abertura dos trabalho
             Edmilson Moutinho dos Santos, Coordenador do PRH-04 e do Programa de Políticas de Energia e Economia do RCGI
 
15h10 - EIA na indústria de petróleo e gás no Canadá
             Flora Stevenson, Canadian Institute of Resources Law - CIRL (fsilveir@ucalgary.ca)
 
15h50 - Licenciamento ambiental na indústria de petróleo e gás no Brasil
             Mariana Miranda, Mestranda do PPGE/IEE/USP e pesquisadora do Projeto 21 (mfmiranda@outlook.com.br)
 
16h30 - Síntese EIA e Licenciamento
             Hirdan Katarina de Medeiros Costa, PRH-04, Coordenadora do Projeto 21 (hirdan@usp.br)
 
 

Páginas